terça-feira, 12 de julho de 2011

Qdo criei este blog( o outro “A Veia do Blog”) pensei em contar minhas perdas e ganhos com a idade. Achei tb, metidamente, que outras mulheres se interessariam, pois estariam passando por momentos semelhantes aos meus. Acho que me enganei. Tenho quase nada de seguidores (tinha mais no outro,mas não muito), poucos posts,pois não me vem nada na cabeça de interessante e qdo isso acontece por muito tempo posto qq coisa para não ficar muito ausente.

Pensando um pouco nisso, descobri que tenho uma vida pouco interessante. Comum das comuns. Amo meus filhos, meu trabalho e me amo também rsrs, mas não está nem perto de ser interessante.

Vou de casa para o trabalho, do trabalho para casa há anos. Não me surpreendo com as pessoas, banalizaram a vida com violências, traições, mentiras, falcatruas de políticos, propinas. Não conheço ninguém interessante, não tenho conversas interessantes com ninguem.

Queria ter vontade de ligar para uma amiga(o) e dizer, oi tudo bem? Melhorou da gripe? Seu cachorro teve quantos filhotes? Estou te ligando para te convidar a jantara aqui em casa com sua família. Que tal?

Não tenho intimidade com amigos pra isso. Devo ser uma criatura das mais estranha da face da terra. Ou me fecho ou me fechei para tal relacionamento.

Mas me lembro que aos 20 anos não era assim, tinha amigos, meu telefone (fixo né, rs) não parava. Meu pai dizia nos fim de semana: _Nem vou atender, pq não é para mim, Diiiiiiiiiiiiiiiii, vem atenderrrrr.

Acho que não confio nas pessoas como deveria e muito menos em homens; E não é desilusão amorosa não ta?

Por isso se tiver um “sem nada o que fazer” e pensar em jogar uma lábia pra cima de “moa”(não sei como se escreve), pode “tirando seu cavalo da chuva” que dessa “toca não sai coelho”. Aff!! Quantas velharias.

Dizem que a grama do vizinho é mais verde, deve ser por isso que acho os blogs que sigo muito interessantes.

Bye, heydi milhose
Gigio em caraguá

5 comentários:

Circe disse...

Amiga que baixo astral é esse?
Não deves contar o número de seguidores que tens, mas o valor de cada um em sua vida virtual.
Reaja,levanta e vai fazer alguma coisa, como visitar alguns seguidores,comentar nos blogs amigos que com certeza terás com quem conversar, respondendo com carinho quem te visita.
A vida não é só isso não.
Faz um artesanato por mais simples que seja, é uma ótima terapia.
Vou te propor um desafio.
Faz um pano de copa bem bonito com algum tecido que tenhas ou então compra um pedaço de tecido que combine com a tua cozinha e mão á obra.
Quero ver nas minhas atualizações.
Se não sabes por onde começar, pesquisa no Google que encontrarás idéias maravilhosas e Paps bem facinhos.
Vou ficar esperando e para não dizeres que não conseguiu vou te dar o prazo de uma semana,ok?
Não desiste e reage menina, o que menos importa é a idade que tens.
Um grande abraço.

Caminhante disse...

Não se deixe iludir desse jeito. Vida virtual e vida real não têm, necessariamente, a ver uma com a outra. Um exemplo bem concreto: tinha uma amiga que tirava foto de qualquer evento. Centenas de fotos, ela não tinha pudor nenhum de tirar várias auto-fotos até ficar boa. Tudo para colocar nas redes sociais. Quem via devia pensar - que vida interessante, que mulher linda! E não era nada daquilo, ela vivia em função do que podia postar.

Sabe o que enche de acessos? Sexo, humor de mal gosto, comentar sobre TV... não julgue o teu valor por coisas tão bobas. ;)

Ingrid disse...

Concordo com 'caminhante'... Vida virtual em nada tem a ver com a real.
Não é questão de ser interessante ou não' as vezes apenas acontece, algumas pessoas chamam atenção!

Vovó Lila disse...

Nossa eu acho seu blog super interessante a começar pelo nome que é muito divertido. Penso que vc deve continuar escrevendo sem se preocupar com outros blogs, vc tem um jeito muito bacana de se expressar, valorize-se e continue escrevendo o que vier na sua cabeça.

Graça Barbosa disse...

Oi Veia !!!!o apelido do meu filho mais velho era " Veio" kkk, por isso quis conhecer seu blog. achei que vc era mais animada, mas enganei-me. Acho que vc deve levantar esse astral e ver a vida com mais alegria, eu quando me sinto pra baixo fasso artesanato que e uma terappia maravilhosa!!! pense nisso.BJKas