segunda-feira, 3 de novembro de 2014

O não aceitar

É, no mínimo curioso com as pessoas não se aceitam.....ou não aceitam o que sente.

No auge da minha depressão, enquanto eu não entendia que ainda o amava, e que o cíumes que sentia em imaginar outra mulher do lado dele, eu ficava mais doente, mais bêbada, mais magra, com mais ódio.

Quando assumi pra mim mesma que o amava mas que nunca mais estaríamos juntos novamente, eu comecei a construir um novo começo......

Carreguei pedras, sofri pra caramba, caí e levantei inúmeras vezes.

Mas as pessoas preferem se enganar, é mais fácil. E muito triste.

Não assumem a idade, se prendem no passado, se relacionam com pessoas muito mais jovens pra provar sei lá o que pra eles e para o mundo.

É um caminho fadado ao fracasso pessoal, um caminho sem volta para a felicidade.

Destroem a própria dignidade. Destroem o pouco que resta de verdade em suas vidas.

E quando vem alguém e fala o que ele PRECISA ouvir e NÃO o querem ai a coisa muda.

Insultos, mentiras, deboches...Então melhor excluir aquele que não te acrescenta.


3 comentários:

Meireles disse...

Antes de mais nada, peço desculpas pelo tipo de comentário que nós blogueiras odiamos, mas vim aqui avisar que meu blog está ativo novamente e se quiser me dar a honra de sua visita agradeço, estou retornando aos poucos a blogsfera e adoraria ter sua amizade. Mais uma vez desculpo-me por este tipo de comentário.

*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` ** Um grande abraço!

http://segundaeucomecooficial.blogspot.com

Sonia Tolfo disse...

Ola! Ha quanto tempo! De fato aqueles que nao nos acrescentam nada e nao nos compreendem, melhor nao te-los por perto! Bom te- la de volta!Abraco! SONIA

Zica disse...

Olá minha querida. Passei para te deixar um abraço. Bonita reflexão.

Bjs