quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

DEPRESSÃO


Qdo ouvia alguém dizer que estava com depressão, logo me vinha a mente uma pessoa egoísta, egocêntrica e egomegaumbigo.
Não é um julgamento depreciativo, porque também me sinto assim, mas pensem bem. O depressivo foca suas dores onde ou em quem? Nele mesmo, oras.
Não conhecia essa doença. Aos 47 anos lhe fui apresentada. Ela se instalou sem pedir licença, sem um prévio aviso. Instalou-se na minha alma com toda força.
A pessoa depressiva, que me desculpem os especialistas, é apenas minha opinião de causa viva, não consegue olhar para os lados, nem para cima, apenas para baixo. No seu próprio umbigo. Sim, somente a dor dela é sentida. Nada é maior...tá legal, ela sabe que existem dores maiores, mas naquele momento só consegue sentir a dela.
Não são somente dores da alma, mas do físico também. Toda e qualquer doença começa primeiro na alma.
A pessoa com depressão quer reagir, mas o cérebro não deixa. Existem depressivos sem causa aparente, ou ainda não descobriram a causa. A minha é viva, latente, pulsante.
Posso ser curada sim, é só mudar o rumo das coisas. Não sabemos o dia de amanhã.
Sei que hoje não sou mais a mesma mulher. Não digo melhor nem pior, mas não mais aquela.
Não desejo isso a ninguém, e quero ficar bem. Não feliz porque como já disse: a causa da minha depressão ainda existe e está bem forte. Mas vou ter que conviver com ela, ou...morrer!

Te amo

p.s.: Desculpem-me se não responder aos comentarios. Só entrei pra postar no blog. Não estou usando FB, MSN, e-mails.

Beijos

5 comentários:

Andrea Berger disse...

Lembre-se que tudo passa, mas você tem todo direito de sentir a sua própria dor, mas não acostume-se com ela.
Estarei sempre por aqui.
Abs

Amanda disse...

No que precisar estarei aqui... acredito que desconhecemos a força interior que existe em nós... qd estive em depressão só conseguir "me salvar" quando enfiei na cabeça q eu não merecia aquilo, que meu corpo não merecia aquilo e que definitivamente minha cabeça não merecia aquilo! dei a volta por cima, acreditando que a vida podia ser melhor! e sempre será!

Força

Bjs

Elza Carrara disse...

Aqui em casa maridinho já teve depressão por causa do trabalho, foi preciso muito amor, carinho e paciência. A depressão exige tempo, portanto faça as coisas no seu ritmo, não se cobre muito, pode chorar, sofrer, afinal só vc sabe o que está acontecendo dentro de vc. Mas não deixe ela te vencer, trate ela com um profissional e procure força nos amigos e parentes, não fique sozinha com seus pensamentos!
Se precisar desabafar, estou aqui :)
bjs

Sonia disse...

E aí, Véia!!Cadê aquela coragem de virar a mesa, chutar o balde? Vamos lá, sei que a dor é grande e a nossa sempre é a maior de todas, mas Deus não dá uma cruz maior do que aquela que podemos carregar. Então dê-se um tempo para sofrer e depois vá a luta,vamos sair por aí para aquela cervejinha gelada da 1ª postagem e que me fez te seguir?
Graaaaande abraço!!

Maria Oliveira disse...

Oi,vim conhecer seu Blog,amei e já estou super seguindo,parabêns por seu cantinho e muito sucesso aqui!

Te convido para conhecer meu Blog e se gostar e puder seguir também,será muito bem vinda,sinta-se em casa!

Ah,tem 2 sorteios rolando por lá,participa? :)

Beijinhos no core!

http://umamulherbemvestida.blogspot.com